Ecoplax

Produtos

PVC bem concreto

Um novo conceito de projetar e construir casas populares promete acirrar a disputa entre os empresários e reduzir o déficit habitacional do setor, que é de 5,57 milhões de residências, de acordo com dados do Pnad (Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílios), utilizados pelo Ministério das Cidades para definir os programas que serão executados em todo o País. Com perfis leves e modulares de PVC, preenchidos com concreto e aço, a tecnologia permite a construção de uma casa de 40 metros quadrados (área padrão da maioria dos programas habitacionais financiados pelo governo) em apenas oito dias. No modelo convencional, o prazo é de 50 dias.

Além de demorar menos tempo, a tecnologia do concreto PVC traz outras vantagens para os empresários e moradores. Segundo informações de Jorge Augusto Bastos, assistente da Diretoria Industrial de Vinílicos da Braskem. “os empresários têm à disposição um produto que não gera entulhos e resíduos e que não provoca perda.Os proprietários vão morar em uma casa de fácil manutenção, que não precisa de pintura e conta com 35 anos de garantia” disse Bastos.

Untitled-1

Há, ainda, outro benefício, de acordo com estudos técnicos e laboratoriais: imunidade a cupins, mofo, fungos e corrosão. Por enquanto, a tecnologia somente é viável na construção de habitações horizontais, com três pavimentos, no máximo. ‘Para as construções verticais (quatro ou mais andares), o conceito ainda não é recomendável por causa dos cálculos estruturais e outras características’, disse Jorge Bastos.

‘Como os preços das duas modalidades de construção (concreto PVC e material tradicional) são similares, o que faz a diferença, na verdade, são os benefícios trazidos pelo PVC. O construtor que faz uma casa popular com o subsídio oferecido pelo governo certamente vai usar material de baixa qualidade. Com o PVC, isso não acontece’. Disse o engenheiro Jorge Resende Albuquerque, sócio de uma empresa que compra e vende terrenos, principalmente nas médias e grandes cidades da Bahia.

Untitled-1

Embora seja uma realidade no Rio Grande do Sul, Espírito Santo e São Paulo ( 3.000 unidades foram erguidas dentro desta modalidade), as casas de concreto PVC somente agora começam a se popularizar no Nordeste. Na Bahia, a primeira casa construída com o sistema está localizada ha sede do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), na Cidade Baixa. Patrocinada pela Braskem, a casa-escritório do órgão possui uma área de 43 m2 e utilizou cerca de 73 m2 de perfil, 14kg de concreto armado e 900 kg de PVC.

Por Luiz Francisco
Fonte: Correio da Bahia – Jornal (adaptado)